A adesão do Brasil ao Sistema de Madrid e o desejo de internacionalização das empresas mineiras

internacionalização de empresas mineiras
2 minutos para ler

A adesão do Brasil ao Sistema de Madrid, relativo ao Registro Internacional de Marcas, pode acelerar o processo de internacionalização das empresas. De acordo com o advogado da Grebler Advogados Filipe Greco a escolha do modelo de negócio deve ser feita de maneira criteriosa. “Tem que ser observada a intenção, o objetivo do cliente com a internacionalização: aumento de vendas, ter penetração no mercado, quer ganhar o mercado externo. Um exemplo, o açaí não existe fora do país, você quer vender açaí na Eslováquia, talvez não seja só vender mas ter uma filial. Você planeja que volume de vendas? Qual é a sua expectativa de retorno? Tudo isso envolve custos diferentes. A primeira coisa é definir o objetivo”, pontua Greco.

Apetite mineiro

Para Filipe Greco, existe uma vontade muito grande das empresas mineiras para a internacionalização. “Temos uma tradição de empresas muito bem sucedidas em território nacional e também internacional. Essa é, inclusive, uma estratégia para tempos de crise da economia dentro do país. Muitas vezes o mercado brasileiro já está saturado de um determinado produto, mas fora do Brasil ele tem potencial para ser um grande sucesso. Com o açaí e o pão de queijo está acontecendo isso agora, por exemplo”, informa Greco.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-